Entraremos em contato  →

E

Home

Produtos

Soluções

Conteúdo

v

Contato

Como o coronavírus explicitou a necessidade de transformação digital nas empresas

Como o coronavírus explicitou a necessidade de transformação digital nas empresas

Quando o novo coronavírus chegou oficialmente no país, no fim de fevereiro de 2020, muitos empreendedores sequer cogitavam investir em transformação digital. Porém, o que parecia tão longe de acontecer, teve que ser feito às pressas para que as organizações não parassem completamente.

Segundo o levantamento realizado pelo Gartner, a expectativa de investimentos e gastos com TI para este ano seria de cerca de US$ 3,88 trilhões. No entanto, por conta da pandemia , já no primeiro trimestre a principal preocupação se tornou como usar a tecnologia a favor das pessoas e das empresas.

Esta temática não é nova! Muitas corporações já vinham adotando estratégias de digitalização como uso da nuvem para backup de arquivos, home office periódico, integração de sistemas, investimento no comércio eletrônico e no posicionamento digital, tudo a passos lentos.

Por conta da disseminação do COVID-19 e as regras de isolamento social, foi preciso correr para se adequar. Essa movimentação não deve regredir, mesmo depois que tudo voltar ao normal. Sendo assim, conheça a seguir as principais estratégias para sua empresa ser mais online.

5 estratégias para trazer a transformação digital para dentro da sua empresa

Muitas organizações já puderam perceber neste período que é muito vantajoso ter o home office como alternativa de trabalho. Mas, para isso acontecer, alguns pontos são imprescindíveis. Bons equipamentos e aplicativos para videoconferências, por exemplo, podem ajudar nas realizações das demandas cotidianas e nas reuniões com a equipe ou clientes.

Quer realizar boas videoconferências? Confira algumas dicas aqui.

Além disso, é importante que as informações que são usadas pelos colaboradores, independente do setor em que atuam, possam estar na nuvem. Isso vai permitir que eles as acessem de qualquer lugar, seja do escritório, da rua ou do seu lar, como será o caso neste momento.

A digitalização dos processos é uma estratégia muito relevante! Ela passa pelo dia a dia dos profissionais a fim de otimizar suas atividades, mas deve ser implementada com cuidado para que toda a empresa possa estar em consonância, realizando-a da mesma forma.

O atendimento do seu cliente também pode fazer parte da transformação digital do seu negócio. Disponibilize um e-mail, número de Whatsapp ou até mesmo o direcione para as mensagens privadas das redes sociais em que está presente. Isso pode contribuir não só na resolução rápida de um possível problema ou no esclarecimento de dúvidas, mas também para agilizar uma venda.

Utilize plataformas online para gerenciamento de documentos, demandas, projetos e até mesmo de espaços físicos. Além de contribuir para a organização, elas facilitam a visualização do que está feito ou pendente, ocupado ou vago, na análise da produtividade e até mesmo na frequência em que o colaborador vai à empresa.

É hora de repensar os espaços de trabalho

Muito já foi falado sobre os novos modelos de escritórios e como a transformação digital pode ajudar a mapear e otimizar esses ambientes. No entanto, as mudanças corporativas para se adequar ao isolamento social escancararam a necessidade das empresas de pensar melhor sobre seus espaços físicos.

“É preciso manter 100 postos fixos se somente 50 dos meus colaboradores vão à companhia todos os dias?” ou “Meus funcionários intercalam os horários de suas presenças na empresa. Preciso de mesas para todos eles?” são alguns exemplos de reflexões importantes.

Neste momento em que tudo está parado, quanto menos metro quadrado e infraestrutura alugados, menor é o custo fixo mensal. Quem conseguiu otimizar e gerenciar suas estações de trabalho antes do coronavírus, atualmente tem uma redução de 30% nos gastos, tem uma chance maior de se recuperar financeiramente e está trabalhando em casa mais tranquilamente.

Pensando nisso, a WiserXP, partner da Condeco, trouxe para o Brasil uma tecnologia criativa e inovadora focada no gerenciamento eficiente do espaço físico e voltada para estações de trabalho que são muito úteis para os setores de TI, RH e Facilities.

Esta ferramenta gera e fornece dados para gerenciar estações de trabalho compartilhadas e rotativas, ajuda na localização e reserva de mesas que atendam às necessidades da sua equipe e permite que o usuário faça a reserva de um espaço por meio de dispositivos moveis, web, quiosques ou até mesmo telas digitais posicionadas na mesa.

Para entender melhor como funciona esta solução, clique aqui.

Se você ainda não parou para refletir sobre isso, analise o local e a jornada de trabalho perfeitos para sua equipe e empresa e confira algumas das opções de escritórios no nosso blog. Dessa forma, você vai poder tomar decisões mais assertivas quando tudo voltar ao normal.

Você sabe qual é a importância do gerenciamento de salas de reunião?

Você sabe qual é a importância do gerenciamento de salas de reunião?

Se a resposta para essa pergunta for não, é melhor entender o quanto antes para não perder mais tempo e dinheiro. O gerenciamento de salas de reunião pode impactar não apenas na pesquisa de sua equipe nessa área de convivência, como diminuir os custos para sua empresa.

Para quem pode ter uma ideia dos gastos, uma ferramenta da Cushman & Wakefield mostra uma sala de convivência na região da Avenida Faria Lima, em São Paulo, pode custar aproximadamente R $ 7 milhões por pessoa ao ano para uma empresa. Saiba mais aqui .

Para saber como calcular ou usar uma sala de reunião na sua empresa, clique aqui .

Este valor se refere apenas ao espaço. Para uma visão mais realista, inclua uma parcela do salário mínimo que mais participará desses eventos, referente ao tempo desprezado para isso e até um pouco dos minutos que perdem procurando um local que esteja disponível.

Agora que você está mais ciente de quanto isso impacta no seu faturamento, confira abaixo as razões para cuidar desse tema.

Por que gerenciar as salas de reunião?

A falta de gerenciamento de um espaço como este pode gerar diversos contratos no dia a dia dos colaboradores. Imagine que você está fazendo uma reunião com seu possível cliente mais importante e que seus colegas abrem a porta que faz barulho porque não deram a conta que estava ocupada na sala. A sintonia da ocasião já foi quebrada, mesmo que eles peçam desculpas e se aposentem.

Ou então seu cliente está com uma situação urgente para ser resolvida e você precisa fazer uma videoconferência. Você pega seu notebook e sai caçando um espaço vazio para que possam conversar com mais privacidade, mas não encontra nenhum e acaba falando com ele no meio do corredor.

Isso tudo é, no mínimo, constrangedor, mas são inúmeras as situações que podem acontecer por ausência de gerenciamento. Salas reservadas que ficam vazias, reuniões que mudam de local e ninguém fica sabendo, conferências que demoram a iniciar e acabam atrasando ou até mesmo espaços que podem ter outras utilidades e ficam vagos.

Tempo é dinheiro no mundo corporativo

Além dos exemplos acima, a contraprodutividade, aliada à falta de gerenciamento de salas de reunião, pode impactar diretamente no bolso dos empreendedores. Segundo uma pesquisa da Condeco, um espaço de conferência custa aproximadamente R$ 6.600 reais por mês (R$ 80 mil reais por ano) e, em média, cada sala tem 40% de no-show, além de serem subutilizadas (apenas 36% das cadeiras ocupadas).

Fora esses custos, ainda há os referentes a remuneração dos colaboradores conforme o tempo empregado nessas ocasiões. Segundo um levantamento realizado pela Bain & Company, uma única conferência semanal de gerentes de nível médio estava custando a uma organização US$ 15 milhões por ano.

Por essas razões, é muito importante que as reuniões sejam cada vez mais produtivas para aqueles que participam e para a empresa. Nada de entrar na sala e ficar batendo papo sobre o jogo da semana ou o episódio da novela. É preciso ter foco!

Também é importante ir com uma pauta pronta do que será abordado, reservar um espaço antes, selecionar a dedo quem deve participar e, principalmente, se preocupar em resolver os problemas de forma objetiva, para que saia de lá com soluções concretas.

Confira cinco dicas para ter reuniões mais produtivas.

Como fazer uma gestão melhor destes espaços?

Os espaços de conferência podem ser gerenciados de uma forma muito mais fácil e automatizada, permitindo que os colaboradores se preocupem apenas o necessário com este processo e tenham mais tempo para desenvolver suas tarefas diárias.

A Wiser XP trouxe para o Brasil um software com foco no gerenciamento de salas de reunião, catering, videoconferência, fornecendo uma visão clara das reservas, necessidades e disponibilidades. Quando a reunião muda, tudo é atualizado em um processo rápido, mantendo todos informados.

Com ele, é possível marcar, selecionar a sala, convidar participantes, adicionar serviços e até mesmo alterar ou desmarcar tudo por meio do seu e-mail ou do aplicativo no seu celular. Além disso, também permite que se conecte com ferramentas de videoconferência.

Para saber mais sobre essa solução, clique aqui.

A Sodexo, empresa líder em gestão de serviços focados em qualidade de vida, conseguiu diminuir seus gastos em R$ 13,5 milhões de reais com a implementação de soluções comercializadas pela Wiser XP no local de trabalho, que maximizou a utilização de seus imóveis e migrou para um ambiente integrado e versátil.

Quer saber mais sobre esse case? Clique aqui e confira.

Entendeu a importância de fazer a gestão desses locais na sua empresa?

Segundo o levantamento da Condeco, o investimento no local de trabalho traz inúmeros benefícios. Dentre eles, estão o aumento de 37% em produtividade e de 26% em inovação. Além disso, também dá aos colaboradores 24% mais flexibilidade e agilidade, 22% a mais de saúde e bem-estar, e ainda reduz em 25% os custos da empresa.

Agora que você já sabe mais sobre o gerenciamento de salas de reunião , seu impacto positivo e algumas maneiras de incluir em seu ambiente corporativo, visite nosso blog e conheça mais sobre os livros 4.0 e saiba mais sobre outras inovações que você pode colocar em prática.

Workplace management: entenda o que é e qual a sua importância na empresa

Workplace management: entenda o que é e qual a sua importância na empresa

Fazer a gestão de um ambiente corporativo não é tarefa fácil e, muitas vezes, tende a desgastar a relação do profissional de facilities com os demais colaboradores. Para que isso não se torne um problema, é importante entender o conceito de workplace management.

A gestão do espaço de trabalho é mais que ficar atento ao ar-condicionado, a lâmpada que precisa ser trocada, etc. Ela foi criada para promover melhorias no local a fim de aprimorar a experiência do funcionário. Porém, deve ser feita de forma inteligente para que possa sanar também as dores dos empreendedores.

Dessa forma, é preciso analisar diversos fatores, como a dinâmica da equipe, a modernização dos processos e atividades, layout, entre outros, e basear suas estratégias em informações reais e observações vindas do time e dos gestores.

Quer saber mais sobre esse tema? Confira abaixo porque fazer uma gestão eficiente do seu local de trabalho é importante para o dia a dia e quais ferramentas podem ajudar nessa missão.

A importância do workplace management

Não adianta realizar uma grande reforma na empresa se as principais necessidades dos colaboradores não forem atendidas. Os gastos podem ser exorbitantes e o retorno pode não ser o esperado.

Primeiramente, antes de ser descolado ou inovador, é preciso garantir que a equipe tenha o básico para trabalhar, como os equipamentos que necessita, sistemas eficientes e iluminação e temperatura agradáveis.

Também é necessário entender que cada local tem um funcionamento único e deve ser analisado com base em sua jornada de uso. Para isso, observe a integração dos colaboradores, de que forma eles se agrupam mais confortavelmente e como preferem trabalhar, e procure investir nisso.

Outro fator importante é a rotatividade das pessoas no escritório. Entenda a real necessidade para estações de trabalhos e em quais condições a equipe pode realizar home office, por exemplo. Isso auxilia não só no workplace management mas também na redução de custos.

Ter um bom clima organizacional e promover o espírito colaborativo e o diálogo entre funcionários e gestores contribuem para que o cotidiano corporativo seja mais agradável e acolhedor. Tudo isso permite que os colaboradores sejam mais produtivos e a empresa tenha um bom desempenho financeiro.

Como a Wiser XP pode ajudar?

A Wiser XP oferece ao mercado duas tecnologias criativas e inovadoras focadas na workplace management: uma voltada para salas de reunião e a outra para estações de trabalho.

O primeiro software tem funcionalidade contínua para reservas de salas de reunião, catering, vídeo conferência, fornecendo uma visão clara das reservas e disponibilidade. Quando a reunião muda, tudo é atualizado em um processo rápido, mantendo todos informados.

O segundo fornece ferramentas e dados para implementar e gerenciar estações de trabalho compartilhadas e rotativas, além de ajudar na localização e reserva de mesas que atendam às suas necessidades.

Gostou do post? Como é esse processo em sua empresa? Deixe seu comentário e compartilhe com a gente suas experiências sobre o assunto!

Workplace: o que considerar ao escolher a melhor opção para sua empresa

Workplace: o que considerar ao escolher a melhor opção para sua empresa

Você já parou para pensar de que forma pode investir no desenvolvimento do workplace da sua empresa? Caso a resposta seja negativa, levantamos alguns pontos que podem ser importantes na sua tomada de decisão.

 

Segundo o levantamento da Condeco, fornecedora de tecnologias de utilização e gerenciamento de espaços oferecidas pela Wiser XP, com CEOs, CTOs e responsáveis por essa área, o investimento no local de trabalho traz inúmeros benefícios.

 

Dentre eles estão o aumento de 37% em produtividade e 26% em inovação. Além disso, também dá aos colaboradores 24% mais flexibilidade e agilidade, 22% mais saúde e bem estar, e ainda reduz em 25% os custos da empresa.

 

No entanto, há uma série de questões que devem ser consideradas na hora de realizar mudanças em seus espaços corporativos, conforme identificou a Condeco. Entenda melhor nos tópicos a seguir.

 

Quais são os maiores desafios para desenvolver seu workplace?

 

Quando o assunto é desafio, o principal ponto levantado pelos entrevistados foi a transformação digital dos locais de trabalho. Para 60% dos profissionais, a integração de tecnologia em todas as áreas é uma das maiores dificuldades e permanecerá na casa dos 50% nos próximos cinco anos.

 

A adaptação do espaço organizacional conforme as expectativas dos colaboradores também é uma das preocupações dos empresários. No total, 52% deles ficam apreensivos com a necessidade de atividades mais flexíveis e o desejo de usar o workplace com maior eficiência. Nos cinco anos seguintes, a tendência é esse índice baixar para 44%.

 

Já a utilização eficiente da área de trabalho é considerada o terceiro maior desafio para 36% dos líderes. Para reduzir os custos com estações de trabalho, é vital ter espaços flexíveis, com menos mesas por pessoa e mais ambientes diferenciados para trabalhar. A expectativa é que esse número aumente para 38% nos próximos anos.

 

Com a disposição de vencer esses desafios e o investimento necessário em seu ambiente corporativo, a probabilidade de melhorar a colaboração dos funcionários e, por sua vez, a produtividade deles é gigante, fazendo com que sua empresa tenha um ótimo desempenho também.

 

Como fazer com que o ambiente corporativo seja mais agradável?

 

  • Personalização: Permita que os funcionários imprimam sua personalidade na decoração dos seus espaços pessoais com porta-retratos, plantas, bonecos e até mesmo canetas coloridas, desde que não seja em excesso.

 

 

  • Espaços de convivência: Crie locais onde os colaboradores possam bater um papo ou tomar um café em uma pausa de suas atividades. Esses momentos aproximam os colegas e fazem com que o trabalho flua com mais naturalidade.

 

Acesse a pesquisa na íntegra, aqui.

Como a Wiser XP pode ajudar?

 

A Wiser XP oferece ao mercado duas tecnologias criativas e inovadoras focadas em desenvolvimento de workplaces: uma voltada para salas de reunião e a outra para estações de trabalho.

 

O primeiro software tem funcionalidade contínua para reservas de salas de reunião, catering, vídeo conferência, fornecendo uma visão clara das reservas e disponibilidade. Quando a reunião muda, tudo é atualizado em um processo rápido, mantendo todos informados.

 

O segundo fornece ferramentas e dados para implementar e gerenciar estações de trabalho compartilhadas e rotativas, além de ajudar na localização e reserva de mesas que atendam às suas necessidades.

 

Gostou do post? Como é o workplace da sua empresa? Deixe seu comentário e compartilhe com a gente suas experiências sobre o assunto!

Quer saber como o mercado esta transformando seus escritórios, quais as principais necessidades, dificuldades e o que seus colaboradores mais querem? Baixe o estudo sobre “Modern Workplaces 19/20”clicando aqui

 

Comportamento Corporativo: descubra quem você é na sala de reunião

Comportamento Corporativo: descubra quem você é na sala de reunião

Já parou para pensar na imagem que você passa no ambiente corporativo com base na forma como se comporta? Você é do tipo que respeita o espaço do outro ou chega invadindo a sala de reunião, não importa quem esteja usando?

 

O comportamento corporativo é um dos pontos mais importantes da imagem de um profissional. É ele que confere mais confiabilidade, reputação, respeito e até mesmo destaque à pessoa, independente do cargo que ela exerce.

 

Muitas vezes, as boas – ou más – condutas são mais aparentes em locais de maior convivência. Para que possa se analisar e até mesmo reconhecer seus colegas de trabalho, descrevemos abaixo alguns dos tipos mais comuns de comportamento.

 

Quem é você na sala de reunião? 

 

  • O usurpador: é conhecido por não solicitar a sala de forma adequada e ainda expulsar os subordinados que a estavam usando para realizar uma reunião que considera mais importante.

 

  • O exagerado: todo mundo conhece alguém que reserva uma sala de conferência para manhãs inteiras, para o caso da discussão durar muito tempo, mas normalmente acaba não utilizando por todo esse período.

 

  • O responsável: preocupado com o bem estar geral, é aquele que agenda a sala de reunião apenas para o período em que irá utilizar e deixa tudo organizado para que os próximos colaboradores não tenham problemas em utilizar o local.

 

  • O prolixo: sem muita noção de coletividade, ele desconsidera os colegas de trabalho agrupados do lado de fora e continua com a sua reunião para muito além do fim programado.

 

  • O abusado: ele trata a sala de conferências como um escritório particular, espalhando arquivos e embalagens de comida sem levar em consideração os próximos colegas que irão utilizar o lugar.

 

  • O fantasma: ele tem o hábito de reservar o espaço para uma possível reunião, mas esquece de desmarcar quando o encontro é cancelado, deixando o local vago e impossibilitado para novas reservas.

 

Como deve ser o comportamento no ambiente corporativo?

 

Para demonstrar uma boa conduta profissional para seus superiores e colegas de trabalho, algumas atitudes são fundamentais e podem até ajudar numa possível promoção no futuro.

 

O respeito aos processos internos, horários e políticas da empresa é primordial para ter uma imagem corporativa adequada. Da mesma forma, tem grande peso a capacidade de se relacionar bem com todos os funcionários, independente da hierarquia.

 

A apresentação de bons resultados, o aprendizado contínuo e a busca por formas inovadoras de realizar suas funções são pontos igualmente importantes para o crescimento profissional. Achar maneiras de tornar reuniões mais produtivas, por exemplo, pode trazer um destaque no ambiente organizacional.

 

 

Como a Wiser XP pode ajudar?

 

A Wiser XP oferece ao mercado um software que tem funcionalidade contínua para reservas de salas de reunião, catering, vídeo conferência, fornecendo uma visão clara das reservas e disponibilidade. Quando a reunião muda, tudo é atualizado em um processo rápido, mantendo todos informados.

 

O que achou do post? Conseguiu se identificar com algum perfil clássico de usuário da sala de reunião? Deixe seu comentário e compartilhe com a gente suas experiências sobre o assunto!