Em nome da modernização, como empresas estão procurando opções que mais visam sua cultura organizacional. Não somente com relação aos processos de trabalho como também ao gerenciamento de espaço físico. E voce Já parou para analisar qual solução ideal para sua empresa: coworking , estações de trabalho flexíveis ou home office ?

Para fazer esse balanço, tenha em mente o perfil de sua empresa, seu modelo de trabalho, suas necessidades e seu orçamento ao fazer uma avaliação do que é viável e importante para sua equipe. Pense também em formas de ser mais produtivo e reduzir os custos.

Um fim de facilitar a comparação, executar um levantamento com as principais características de cada uma dessas opções, com seus preços e controles do ponto de vista dos empreendedores e colaboradores, para que você possa obter uma resposta mais assertiva. Vamos em frente?

Para saber mais sobre estratégias para escritórios 4.0, clique aqui .

Os famosos coworkings

Empresas em grandes cidades como São Paulo, os coworkings são os escritórios compartilhados. Dentro de um mesmo local, podem trabalhar diversas empresas, ter salas de reuniões e descompressão, cafés, eventos, entre outros. Tudo sem precisar se preocupar com o investimento e a manutenção de um espaço com tanta demanda.

Com apenas um pagamento mensal conforme a quantidade de estações e o uso de salas, uma empresa pode fazer uso disso e ainda disponibilizar os seus funcionários uma localização mais acessível para redes , de onde mais.

Por favor, tenha uma mobilidade e integração entre organizações, os espaços podem se tornar bastante concorrentes. É comum tentar encontrar um local para realizar uma reunião rápida e terminar todo o mundo com o notebook apoiado nos braços pelos corredores atrás de uma sala.

Ainda assim, essa forma de trabalho é considerada como um sonho para cada dez pessoas entrevistadas em 12 centros metropolitanos brasileiros para levantamento Hábitos no Trabalho realizado pelo Instituto Ipsos para um Alelo.

A novidade das estações de trabalho flexíveis

Se você tem um escritório com mesas fixas para todos os seus colaboradores, mas nem todos ficam alocados lá todos os dias ou por todo o período, está perdendo uma oportunidade de otimizar seu espaço e diminuir seus gastos.

Se uma parte da equipe estiver presente na empresa no período da manhã, a tarde mesmo espaço poderá ser ocupada por outra pessoa. Ao analisar a necessidade real de mesas, é possível acomodar duas vezes mais pessoas sem aumentar a estrutura e ainda reduzir os custos em 25%.

Caso sua empresa cresça muito, com esse tipo de gerenciamento de espaço, não é necessário aumentar o espaço físico do escritório ou contratar outro local para acomodar todas as pessoas quando houver necessidade de contratar novos colaboradores.

Além disso, para uma equipe, como estações de trabalho flexíveis mais autonomia, atenuadas como diferenças hierárquicas (favorecendo a ideia de importância e importância de todos os funcionários) e melhor experiência geral para oferecer mais espaços compartilhados e liberdade de escolha em seu local de trabalho.

Esses novos ambientes corporativos são percebidos como positivos por 97% das pessoas entrevistadas para uma pesquisa Hábitos no Trabalho realizado pelo Instituto Ipsos para um Alelo. Segundo elas, isso acontece por oferecer uma atmosfera mais confortável, incentivando a execução de funcionários e permitindo maior qualidade de vida.

Nesse caso, um Wiser XP trouxe para o Brasil uma tecnologia criativa e inovadora focada no gerenciamento eficiente do espaço físico e voltada para estações de trabalho que são muito úteis para os setores de TI, RH e Instalações .

Para entender melhor como funciona esta solução, clique aqui .

A comodidade do escritório em casa

Você pode encontrar um trabalhador que não esteja interessado em realizar esse tipo de jornada, uma vez que ela permita que suas atividades sejam diretamente acessíveis ao conforto do seu lar, sem precisar acordar mais cedo e pegar o tráfego ou o transporte lotado.

Segundo uma pesquisa Hábitos no Trabalho, realizada pelo Instituto Ipsos para Alelo, o tempo de deslocamento diário da casa para o trabalho tem impacto direto na pesquisa de 71% das pessoas que foram entrevistadas nas 12 maiores regiões metropolitanas do Brasil.

Confira essa pesquisa na íntegra aqui .

Por isso, essa estratégia favorece não somente a satisfação do colaborador, mas a flexibilidade de horários e uma redução nos custos da empresa, uma vez que o funcionário usa a estrutura que tem em sua própria casa, como internet, luz e água, para trabalhar.

Contudo, para que isso seja uma realidade, é preciso que todos os funcionários tenham noções bem claras de disciplina, planejamento e organização. Caso não haja comprometimento, é muito fácil perder o foco do trabalho e deixar a rotina da casa interferir. A dificuldade de desenvolver redes também é uma desvantagem, principalmente se comparada com o coworking e como estações de trabalho flexíveis .

E aí? Qual é a solução ideal para sua empresa?

 

Agora que você já sabe mais sobre coworking, estações de trabalho flexíveis e home office, pode tomar uma decisão mais assertiva com relação à jornada local e jornada perfeita para sua equipe e empresa. Caso ainda tenha dúvidas sobre a importância do ambiente no seu tempo, entre no nosso blog e saiba mais .