Entraremos em contato  →

E

Home

Produtos

Soluções

Conteúdo

v

Contato

Comportamento Corporativo: descubra quem você é na sala de reunião

Comportamento Corporativo: descubra quem você é na sala de reunião

Já parou para pensar na imagem que você passa no ambiente corporativo com base na forma como se comporta? Você é do tipo que respeita o espaço do outro ou chega invadindo a sala de reunião, não importa quem esteja usando?

 

O comportamento corporativo é um dos pontos mais importantes da imagem de um profissional. É ele que confere mais confiabilidade, reputação, respeito e até mesmo destaque à pessoa, independente do cargo que ela exerce.

 

Muitas vezes, as boas – ou más – condutas são mais aparentes em locais de maior convivência. Para que possa se analisar e até mesmo reconhecer seus colegas de trabalho, descrevemos abaixo alguns dos tipos mais comuns de comportamento.

 

Quem é você na sala de reunião? 

 

  • O usurpador: é conhecido por não solicitar a sala de forma adequada e ainda expulsar os subordinados que a estavam usando para realizar uma reunião que considera mais importante.

 

  • O exagerado: todo mundo conhece alguém que reserva uma sala de conferência para manhãs inteiras, para o caso da discussão durar muito tempo, mas normalmente acaba não utilizando por todo esse período.

 

  • O responsável: preocupado com o bem estar geral, é aquele que agenda a sala de reunião apenas para o período em que irá utilizar e deixa tudo organizado para que os próximos colaboradores não tenham problemas em utilizar o local.

 

  • O prolixo: sem muita noção de coletividade, ele desconsidera os colegas de trabalho agrupados do lado de fora e continua com a sua reunião para muito além do fim programado.

 

  • O abusado: ele trata a sala de conferências como um escritório particular, espalhando arquivos e embalagens de comida sem levar em consideração os próximos colegas que irão utilizar o lugar.

 

  • O fantasma: ele tem o hábito de reservar o espaço para uma possível reunião, mas esquece de desmarcar quando o encontro é cancelado, deixando o local vago e impossibilitado para novas reservas.

 

Como deve ser o comportamento no ambiente corporativo?

 

Para demonstrar uma boa conduta profissional para seus superiores e colegas de trabalho, algumas atitudes são fundamentais e podem até ajudar numa possível promoção no futuro.

 

O respeito aos processos internos, horários e políticas da empresa é primordial para ter uma imagem corporativa adequada. Da mesma forma, tem grande peso a capacidade de se relacionar bem com todos os funcionários, independente da hierarquia.

 

A apresentação de bons resultados, o aprendizado contínuo e a busca por formas inovadoras de realizar suas funções são pontos igualmente importantes para o crescimento profissional. Achar maneiras de tornar reuniões mais produtivas, por exemplo, pode trazer um destaque no ambiente organizacional.

 

 

Como a Wiser XP pode ajudar?

 

A Wiser XP oferece ao mercado um software que tem funcionalidade contínua para reservas de salas de reunião, catering, vídeo conferência, fornecendo uma visão clara das reservas e disponibilidade. Quando a reunião muda, tudo é atualizado em um processo rápido, mantendo todos informados.

 

O que achou do post? Conseguiu se identificar com algum perfil clássico de usuário da sala de reunião? Deixe seu comentário e compartilhe com a gente suas experiências sobre o assunto!

 

O impacto de no-show em reuniões

O impacto de no-show em reuniões

A duração média de uma reunião aumentou 10% nos últimos 15 anos, agora costuma durar entre 31 e 60 minutos. Os Estados Unidos realizam aproximadamente 11 milhões de reuniões por dia, o que equivale a 55 milhões de reuniões por semana e 220 milhões de reuniões por ano.

 

No Reino Unido, por exemplo, é relatado que o funcionário médio pode passar quase 13 dias úteis por ano em reuniões. É seguro dizer que o local de trabalho dos dias de hoje está louco, e isso não é necessariamente uma coisa boa. Não é segredo que grande parte da força de trabalho contemporânea está cansada de reuniões que tomam conta de suas vidas – de acordo com uma pesquisa do Crowne Plaza Hotel and Resorts:

Um em cada 10 trabalhadores admite fingir que perdeu a hora ou a data da reunião e um em cada 20 confessou até fingir doença para evitar uma reunião por completo.

 

As reuniões evoluíram para se tornar, aos olhos de muitas pessoas, desnecessárias e improdutivas, o que deu origem a um problema completamente diferente: no-show em salas de reunião.

 

Baixe o estudo realizado pela Condeco sobre “Local de Trabalho Moderno 2019: Pessoas, Lugares e Tecnologia – o estado do espaço de trabalho atual, tendências do ambiente de trabalho, questões que envolvem o gerenciamento de reuniões e a ascensão do trabalho ágil”

 

Pode parecer simples, e talvez não seja um grande problema, mas quando você analisa mais detalhadamente o custo real da administração de salas de reunião em uma empresa, pode ver o impacto que os no-shows  têm sobre os custos imobiliários e os níveis de produtividade dos funcionários.

 

Embora muitos de nós sintam que temos muitas reuniões em geral, ainda estamos lutando para encontrar um espaço adequado para reuniões: 40% dos funcionários passam até três semanas por ano apenas procurando por uma sala de reuniões, e muitas vezes são obrigados a caminhar pelo escritório em círculos, procurando áreas em potencial para realizar suas reuniões, de última hora. Não é uma imagem muito organizada ou profissional, mas inevitável para muitos.

 

No entanto, compare esse número com a média global de utilização da sala de reuniões em apenas 35% e você pode ver dois problemas separados começando a surgir. Estamos todos lutando para reservar uma sala de reunião, mas não estamos usando nossas salas de reunião existentes corretamente. Por quê? Bem, acontece que a taxa média de não comparência (no-show) na sala de reunião é de 40%.

 

Além disso, apenas 13% das empresas mantêm relatórios sobre o não comparecimento na sala de reuniões. Portanto, um número esmagador de trabalhadores não tem espaço para realizar uma reunião, quando é provável que haja uma sala de reunião vazia, reservada, mas que não esteja sendo usada, bem na nossa frente … e ninguém para denunciá-la. Que enigma! E um enigma caro, com mais de 1 milhão de dólares perdidos por ano por empresas que não realizam reuniões importantes.

 

O que podemos fazer?

A tecnologia é a resposta. O uso de software especializado para salas de reuniões pode eliminar automaticamente a necessidade de funcionários percorrerem os corredores, em busca desse espaço. Além disso, há o bônus adicional de funções de relatório, ajudando a força manter-se no topo das áreas disponíveis e permitindo que os membros seniores da equipe fiquem de olho nas taxas gerais de utilização, fazendo alterações sempre que necessário.

 

O próprio sistema de reservas de salas de reuniões da Condeco também possui o útil recurso bump automático, que é mais do que apenas um nome bonito! Essa função simples e poderosa significa que as salas de reunião podem ser liberadas automaticamente, se os participantes não aparecerem na sala de reunião designada dentro de um determinado período de tempo (geralmente 15 minutos após o início da reserva).

 

No geral, se você deseja que sua empresa otimize o sistema de reservas de salas de reuniões e torne a experiência da sala de reuniões mais positiva para todos, o software de reserva de salas é essencial. A sala de reunião, muitas vezes esquecida, pode ser a chave para aumentar seus níveis de produtividade e ajudar a reduzir custos, se gerenciada adequadamente por tecnologia adaptada ao trabalho.

 

Assista ao webinar realizado pela Condeco, empresa representada no Brasil pela Wiser XP, “O custo de no-show em reuniões”

[hubspot type=form portal=6124082 id=83b66736-dd61-47a7-a09d-ba9275083f47]