Quase um ano depois do início do COVID-19, a visão sobre workplace mudou muito. Empresas que antes priorizavam o escritório, hoje tem um olhar mais flexível. Mas, pensando no longo prazo, como e onde as pessoas trabalharão? Na Wiser acreditamos que a resposta para essa pergunta encontra-se na essência do trabalho híbrido. Mas o que é trabalho híbrido? O trabalho híbrido, que muitas vezes é confundido com o termo genérico “trabalho flexível”, engloba o conceito de apoiar os funcionários a fazerem o trabalho no escritório e remotamente.

Nossa definição de trabalho híbrido é a capacidade de oferecer a seus colaboradores um mundo de liberdade para fazer as suas escolhas, com você gerenciando tudo da maneira mais amigável possível. Permitindo que cada servidor tenha autonomia para dividir seu tempo entre o espaço físico e o ambiente remoto, com base em suas responsabilidades e preferências pessoais. Assim, as pessoas podem ajustar o trabalho a suas vidas, ao invés de ter uma jornada fixa que é resumida às horas em que se passa no escritório. 

Para muitos funcionários (e empregadores), o trabalho híbrido é um cenário ideal, pois combina autonomia com sociabilidade e estrutura. Afinal, o trabalho é o que você faz e não onde. E o COVID-19 provou exatamente isso, mostrou que o escritório não é o único lugar para se trabalhar. 

Embora a mudança para o modelo híbrido possa ser complexa, ela tem suas recompensas. Principalmente, se você contar com suporte tecnológico adequado para auxiliar na gestão dos colaboradores e uma política propícia dentro da empresa. 

Alguns dos benefícios que você terá são: 

* despesas gerais mais baixas;

* maior autonomia;

* opções de trabalho flexíveis e mais atrativas;

* resiliência para os desafios futuros.

Se você já está realizando essa transição, vale ressaltar que à medida que mais ambientes de trabalho se tornam híbridos, é necessário se concentrar no desenvolvimento de uma estratégia para entender as conexões entre o espaço de trabalho, tecnologia e o comportamento humano. Afinal, espaços físicos e digitais trabalham juntos para alimentar o workplace hoje.

No entanto, existem alguns desafios reais para implementar com sucesso esta forma de pensar. Embora os espaços de trabalho físicos e digitais sejam funcional e experiencialmente semelhantes (lugares onde ideias são trocadas), os orçamentos para projetos de espaço de trabalho tendem a ser separados entre alguns departamentos, sem uma estratégia geral para todo o ambiente híbrido. Um espaço de trabalho híbrido requer diferentes ferramentas e tecnologias para apoiar a colaboração. E portanto, uma colaboração entre departamentos para uma implementação bem-sucedida do trabalho híbrido.

Infelizmente, isso nem sempre é possível e oportunidades importantes, para considerar como a infraestrutura física e digital podem aumentar uma à outra para oferecer suporte a níveis mais elevados de desempenho dos funcionários, acabam se perdendo ao longo do caminho.

Se o futuro do trabalho é uma combinação de espaços de trabalho físicos, ferramentas digitais e programas de construção de cultura focados nas pessoas. É hora de planejar o workplace considerando ferramentas e estratégias que melhorem a qualidade das interações.

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Deseja implementar uma estratégia de trabalho híbrida para seu local de trabalho? Nós podemos ajudar.

 

Texto publicado por Bruno Justo em seu Linkedin

Leia também: